sábado, 1 de abril de 2017

Medalhão de Berinjela

medalhão de berinjela

Comecei gostando de berinjela na tradicional berinjela à milanesa. Depois, num passo mais à frente já descartava a milanesa, bastava passar a berinjela no óleo e já caia dentro!


A berinjela é uma dessas comidas que você pode demorar um pouco para começar a consumir, mas depois que acostuma com ela adora descobrir novos sabores e texturas.

Começamos com a berinjela frita, depois vamos para a berinjela assada, depois, refogada, cozida e aí descobrimos que a berinjela fica boa de qualquer jeito.

Tentando ampliar meu horizonte culinário, pois eu já faço a berinjela como petisco, saladas maravilhosas, pizza, lasanha entre outros pratos com a berinjela, quis criar mais uma opção.

Uma berinjela que eu gosto muito de fazer é a berinjela grelhada e tentando explorar esta forma de cozinhá-la resolvi criar um medalhão de berinjela.

Construí um recheio e enrolei sobre ele a berinjela grelhada e ficou muito bom.  Apresento para você a minha versão de um Medalhão de Berinjela. Vamos à Receita?!

Ingredientes do Medalhão de Berinjela

Para 1 berinjela grande eu usei:
1 cenoura média;
1 batata doce média pode ser a branca ou a rosada, no caso eu usei a branca.
1 pimentão verde médio que pode ser o pimentão verde, ou amarelo, ou vermelho, na minha receita fiz com o pimentão verde.
200g de mussarela

Modo de Preparo dos Legumes

A Batata e a Cenoura

Coloque sal na água e cozinhe a batata e a cenoura até quebrar a rigidez, cozinhe, mas não deixe cozinhar demais, não deixe desmanchar. Os legumes não devem estar muito cozidos porque você vai fazer palitinhos com eles e a receita ainda pede que os medalhões assem por um tempo no forno.

O Pimentão

Corte o pimentão em tiras e depois os frite rapidamente com azeite e temperos, sal, pimenta e ervas secas, no meu caso eu usei o orégano.

A Berinjela

Quanto à berinjela corte-a na longitudinal para que as fatias fiquem longas, faça fatias finas, porém não muito porque você vai precisar enrolar a berinjela.

Na chapa depois que ela estiver bem quente, espalhe o azeite e depois coloque as berinjelas sem remontar na chapa, espalhe sal, ervas e pimentas sobre um lado, depois que grelhou este lado, vire as fatias e novamente tempere-as  com mais um pouco de sal, ervas e pimentas . Vá reservando as fatias até grelhar e temperar todas elas.

Montagem dos Medalhões

Junte 1 palito de batata, 1 de cenoura e 1 tira de pimentão e embrulhe na fatia de mussarela. Forme um rolinho do recheio, depois envolva-o com a fatia de berinjela e assente o rolinho de berinjela recheado numa travessa, coloque-o com a emenda voltada para baixo.

Uma dica: Caso sua fatia não saiu inteira ou se as fatias ficaram muito pequenas, como as primeiras fatias e as últimas fatias cortadas, você pode montar uma fatia maior a partir delas e depois cobrir normalmente o rolinho de legumes.

Observe que ao grelhar as berinjelas as fatias ficam bem maleáveis.  Minha berinjela rendeu 16 medalhões.

medalhão de berinjela

Finalizando o Prato com os Medalhões de Berinjela

Ingredientes

1 Cebola grande
6 Dentes de Alho
1 Tomate grande sem sementes
Cheiro Verde picado
Azeitonas
Queijo Parmesão ralado
Óleo e Azeite

Modo de Fazer

As Cebolas e o Alho

Numa frigideira com óleo coloque as cebolas picadas em laminas finas e deixe-as fritar bem, depois acrescente o alho e regue com azeite, tempere com sal, pimenta e ervas secas, no meu caso usei orégano e deixe fritar ainda mais um pouco. As cebolas e os alhos vão ficar bem tostadinhos. Reserve.

O Tomate

Aproveite a mesma frigideira para frigir o tomate, coloque azeite e acrescente o tomate que foi cortado em quadradinhos pequenos. Tempere-os com sal e pimenta, deixe-os macerar um pouco. Acrescente mais azeite, as ervas frescas a cebolinha e a salsa bem picadas. Reserve.

medalhão de berinjela


medalhão de berinjela



A Montagem


Na travessa em que você ajeitou os cubra-os e espalhe as cebolas com o alho por cima, depois espalhe por cima os tomates. Para finalizar, rale o queijo parmesão no ralo grosso e no ralo fino e acomode as azeitonas. Leve ao forno por uns 15 a 20 minutos à temperatura de 220 graus. 


medalhão de berinjela

medalhão de berinjela

medalhão de berinjela

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Como Fazer Feijão Fradinho e Como Usar nas Receitas





Fui apresentada ao Feijão Fradinho no tempo em que morei no Nordeste, em Salvador, pois eu como caipira de São Paulo não conhecia este ingrediente e olha que minha mãe sempre foi uma cozinheira curiosa e que gostava de introduzir novidades para a família.

Pois bem, conheci o Feijão Fradinho na sua versão mais sequinha e com grãos inteiros, quase como numa salada que foi no Arrumadinho. Bons tempos de happy hour regados a boas amizades, cervejas e arrumadinhos!!!

De lá pra cá fui ficando cada vez mais íntima e mudando texturas e situações de uso do Feijão Fradinho.

Motivos Que Me Levam A Gostar E Preferir O Feijão Fradinho A Outro Feijão


Eu não posso fazer muito uso de Feijões tal como o Carioquinha, muito usado na culinária paulista, pois me deixa com a digestão muito lenta e produz muitos gases. Mesmo deixando-o de molho ou pondo vinagre no molho, mesmo assim, ele me causa desconforto na digestão.

Pois bem já o Feijão Fradinho é leve e gostoso. Seu grão macio cozinha rápido, por isso dependendo do uso que você quer dar a ele vai exigir de você cuidados no cozimento. Se quiser usá-lo na salada deve ficar muito atendo ao tempo do cozimento para ele não passar do ponto!

Feijão Fradinho Tempo De Cozimento. Formas De Cozinhar O Feijão Fradinho.


Você pode cozinhar o Feijão Fradinho direto da embalagem para o fogo, não precisa deixar de molho. Nesse caso recomendo a panela de pressão porque em poucos 5 minutos você terá um grão inteiro e macio.

 Mas se você gostar de por o feijão de molho recomendo que então você cozinhe fora da pressão para verificar a textura do cozimento. Se você deixou o feijão de molho por algumas horas uns 10 minutos de cozimento na panela fora da pressão já trarão o resultado da textura para a salada.


Mas Vamos Recapitular os Tempos de Cozimento do Feijão Fradinho para Salada:


Feijão de molho por algumas horas – faça no fogo numa panela aberta, por uns 10-15 minutos verificando a textura do cozimento manualmente.

Feijão sem molho da embalagem para o fogo – faça na panela de pressão por uns 5 minutos e não deixe muito tempo dentro da panela depois de escapar a pressão porque continua o cozimento e isso amolece o grão.

Característica do Caldo do Feijão Fradinho

O Caldo do Feijão Fradinho não é grosso, porém eu costumo cozinhá-lo como a um feijão comum para acompanhar o arroz e posso garantir que ele fornece um caldo bem apreciável, pois ele tem uma característica gelatinosa que fica bem interessante com o arroz.

 Na Salada de Feijão Fradinho você não usa o caldo.

Feijão Fradinho Cozido para Salada

 
Feijão Fradinho Cozido e Refogado para Salada

Utilizando o Feijão Fradinho na Salada


A Salada de Feijão Fradinho é muito gostosa, eu faço em duas versões.

1 – A Salada de Feijão Fradinho Tipo Vinagrete e 

2 – A Salada de Feijão Fradinho Levemente Refogado.


 1 – A Salada de Feijão Fradinho Tipo Vinagrete


 Depois de cozido os grãos do Feijão Fradinho, firmes e macios (reserve). Prepare um vinagrete caprichado, use o tomate bem picado, a cebola bem picadinha, bem como, as ervas frescas: coentro ou salsa, cebolinha, ou ainda, outra erva fresca de sua preferência.


Feijão Fradinho Salada, Minhas Proporções:
300g de Feijão Fradinho
2 tomates médios
1 cebola média
Cebolinha, salsa, coentro, funcho ou outra erva fresca a gosto
Azeite
Limão ou vinagre também na sua preferência
Sal, orégano ou outra erva seca e pimenta a gosto


2 – A Salada de Feijão Fradinho Levemente Refogado.

Outra forma que eu gosto de fazer a minha Salada de Feijão Fradinho é dando uma leve refogada no Feijão com azeite e cebola. Eu apenas refogo a cebola cortadinha e depois dou uma refogada no feijão, coloco só um pouco do caldo para amolecer um pouco a cebola, mas só mesmo um pouco do caldo que a ideia é o Feijão ficar sequinho também, manter a característica de uma salada quente, sequinho e crocante.  Tempero com sal, pimenta e ervas secas. (Reserve)

Preparo os tomates, posso colocar azeitonas, ervas frescas e misturo o Feijão Fradinho cozido e refogado.

Lembrando que aqui você pode manter a mesma proporção que eu te passei para a Salada 1

Observação 1: Essa forma que eu Refogo o Feijão Fradinho e faço esta Salada é a mesma que eu uso para fazer o Arrumadinho e o Baião de Dois 

Observação 2: eu prefiro quando cozinhar o feijão para salada fora da pressão, por dois motivos: primeiro, eu controlo melhor a maciez do feijão e segundo, ele solta menos a casca o que facilita o uso dos grãos para a salada.

Feijão Fradinho com Caldo. Feijão Fradinho Cozido e Refogado, Acompanhamento do Arroz Nosso do Dia a Dia


Feijão Fradinho Cozido e Temperado com Caldo. Acompanha muito bem o Arroz Nosso de Todo Dia




Cozinhe o Feijão Fradinho por mais tempo e ele ficará mais desmanchado, mas lembrando que ele não dará um caldo grosso e sim um caldo mais suave, mas muito saboroso.


Tempos de Cozimento para o Feijão Fradinho Cozido com Caldo:

Nesse caso se usar direto da embalagem para o fogo – cozinhe na Pressão por uns 10 minutos.

Se for deixar os grãos por algumas horas de molho - cozinhe na Pressão por uns 5 minutos.

Assim que terminar a pressão da panela retire o feijão para cessar o seu cozimento.

Quanto à quantidade de água é bom usar a seguinte proporção para uns 300g de Feijão Fradinho use uns 500 ml de água.

Refogue alho e cebola, depois em seguida refogue os grãos do Feijão Fradinho, acrescente o caldo e os temperos: sal, pimenta, orégano, louro e deixe refogar até a consistência desejada.


Feijão Fradinho com Farinha - Feijão Fradinho com Farofa. Tutu de Feijão Fradinho e Feijão Fradinho Tropeiro.


Outra opção de uso muito gostoso é fazer o Feijão Fradinho Com Farinha

Você pode Fazer uma Farofa com Feijão Fradinho, um Tutu com Feijão Fradinho ou mesmo um Feijão Tropeiro com Feijão Fradinho.


Para a Farofa

Você vai usar a Forma de Cozinhar o Feijão Fradinho na Consistência de Salada, usando um pouco mais de caldo para dar a textura da farinha de mandioca caso queira uma farofa mais seca ou mais úmida.

O Procedimento é simples refogue alho e cebola, acrescente opcionalmente, bacon para fritar, depois acrescente um ovo cru e deixe-o começar a cozinhar, assim que ele começar a embranquecer mexa e misture com os ingredientes da panela, acrescente os grãos do Feijão Fradinho e misture bem, adicione um pouco do caldo. Tempere com sal e pimenta.

Feito a base da farofa vamos agregar a farinha de mandioca aos poucos e mexendo, pare de acrescentar a farinha, confira o ponto e quando ela estiver na textura de sua preferência, finalize com ervas frescas (salsa/cebolinha ou coentro), azeitonas picadas. Confira o sabor. A consistência será a sua preferida, mais seca ou mais úmida.


Para o Tutu de Feijão Fradinho

Cozinhe o Feijão Fradinho na consistência mais mole, verifique as instruções acima.

Refogue alho e cebola no azeite ou na manteiga de garrafa (se tiver), se quiser fazer com carnes e linguiça pode usar, acrescente primeiro os grãos para dar uma refogada e depois acrescente o caldo, tempere com ervas secas, pimenta e sal e deixe dar uma cozida. Para finalizar o prato você vai agregar a farinha de mandioca e aqui novamente você é que vai determinar como gosta de seu Tutu mais seco ou mais molhadinho. Não esqueça! Agregue a farinha com cuidado para não perder o ponto e a textura de sua preferência. Pode colocar umas ervas frescas no final e claro confira o sal.

Uma dica: Quando eu quero Aproveitar as Sobras do Feijão Fradinho eu faço um Tutu de Feijão. Eu gosto de dar uma retemperada no Feijão porque sei que a farinha vai roubar o tempero do Feijão.

Eu coloco na panela um pouco azeite, alho e cebola picada e acrescento o Feijão Fradinho já cozido da geladeira, ajusto o sal e a pimenta e depois vou agregando a Farinha de Mandioca até a consistência que eu quero, por ultimo coloco umas ervas frescas e provo para conferir o tempero, hummmm! 

Eu faço muito sem colocar carnes ou linguiça só assim mesmo no alho e cebola.


Feijão Fradinho Tropeiro


A Textura do Feijão Fradinho é o Da Salada, ok!

Frite e Refogue as carnes, depois acrescente os temperos alho e cebola. Depois de acrescente o Feijão Fradinho e dê uma leve refogada. Você pode querer usar a manteiga de garrafa (ou se não tiver, use o azeite mesmo).
Coloque só um pouco do caldo para facilitar agregar todos os ingredientes na panela. Acrescente as ervas frescas que podem ser coentro ou se preferir salsa e cebolinha, finalize com a farinha de mandioca.

Bem queridx amigx apresentei rapidamente toda a riqueza e delicadeza desse ingrediente e espero com este artigo e estas dicas que você possa desfrutar mais desse alimento que é com certeza muito bom.

Como você pode ver por este artigo você vai poder dar a direção para o tipo de alimentação que você quer seja ela mais light e vegetariana ou mais pesada, porque as carnes, bacon e linguiças eu apresentei como opcional seja no Tutu e na Farofa. Então aproveite e Bom Apetite!



P.S. Ainda sobre Aproveitando as Sobras, confira a minha receita de um Baião de Dois Improvisado, OK!  :D






NOVIDADES NO BLOG


Estou lançando o Ebook Receitas de Família para Encontros Especiais com as receitas da D. Carmen (minha mãe) com pratos maravilhosos para uma recepção familiar ou de amigos.
 
São 8 Capítulos que chamo de Cadernos (remetendo ao hábito de minha mãe colecionar suas receitas em cadernos): 4 Cadernos para os Pratos de Carnes (vermelha, branca e peixe); 1 Caderno para as Massas1 Caderno para os Acompanhamentos com receitas maravilhosas de legumes; 1 Caderno para as Comidinhas, aperitivos, lanches e salgadinhos que não podem faltar nos encontros agradáveis e 1 Caderno para Doces e Sobremesas.


Quer conferir esta Maravilha de dar água na boca? CLIQUE AQUI!!!!




disponível na


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Petiscos Arrumadinho e minha versão o Assentadinho, Snack com Calabresa, Carnes e Farofa

Receitas de Petiscos Arrumadinho e Assentadinho



Conheci o Aperitivo Arrumadinho com minhas amigas soteropolitanas no Happy Hour em Salvador. 



Começávamos nossa jornada pelo Campo Grande e lá nos abastecíamos com essa delícia que garantia a energia para a nossa “via sacra” entre Pelourinho e fim de linha do Garcia.


O Arrumadinho para mim é o gosto saudoso de Salvador é um aperitivo muito gostoso que leva farinha, feijão fradinho, carne de sol, calabresa, frango, tudo organizado em camadas e encerrado por uma camada de salada de tomate, cebola e coentro bem picadinhos. Em cada garfada esses elementos se misturam de forma quente e refrescante, devido ao crocante e frescor da saladinha crua.


Eu como paulistana não apreciava muito o sabor do coentro fresco, mas numa de minhas primeiras ausências de Salvador e ao provar de novo esta gostosura confesso que meu coração ficou em festa e o sabor do coentro foi muito bem vindo! 


Trouxe essa receita para o seio da família e claro com a adaptação da salsa no lugar do coentro fresco, mas ainda assim essa receita continuou top. 


O segredo do Arrumadinho é deixar todos os elementos do prato já preparados isoladamente e depois montar o prato, assentando-os sobre a farofa com manteiga de garrafa.


As carnes são cortadas em cubos de pequenos pedaços, veja bem não pequenininhos pedaços, e podem ser peito de frango, carne seca, carne de sol, já a calabresa cortada em meias fatias para não perderem a suculência.


Em Salvador você pode pedir um Arrumadinho de Frango, ou de Carne, ou de Calabresa e tem também o Arrumadinho Misto. Foi essa versão que trouxe para dentro da família porque simplesmente a mistura de todas essas carnes é muito boa!


Mas eis que a experiência faz a referência e com esse conhecimento a priori me vejo em casa neste fim de semana não tão bem abastecida na despensa e quis fazer um snack diferente, veio a inspiração:  vou fazer  uma versão do Arrumadinho...assim que surgiu o Assentadinho!!!!


Receitas de Petiscos Arrumadinho e Assentadinho


Vou apresentar para você minha receita: O Aperitivo Assentadinho

Assim como o Arrumadinho que você pode fazer com calabresa, peito de frango, com carne seca, carne de sol e até mesmo com filé já que é mais difícil conseguir carne de sol por aqui, enfim, ele vai ter a cara da sua despensa e geladeira!!!


Mas o que não pode faltar é a farofa, pois ela é a base da nossa brincadeira!!!


O Assentadinho é um petisco baseado numa base de farofa e carne por cima. Na ocasião eu fiz duas versões o Assentadinho de Calabresa e o Assentadinho Misto Calabresa e Filé.



Receitas de Petiscos Arrumadinho e Assentadinho




Preparando os Petiscos – Assentadinho Misto de Calabresa com Filé

Ingredientes

250g de farinha de mandioca crua;
700g de fílé que pode ser contra-filé, alcatra, ou outra carne de sua preferência;
1 gomo de calabresa;
1 cebola média, ½ pimentão médio, dentes de alho médio;
Temperos a gosto páprica picante, orégano, pimenta e sal.


Modo de Fazer – O Filé

Corte o pedaço de filé de sua preferência em cubos médios.  Coloque-os na frigideira quente com um pouco de azeite. Deixe os pedaços de carne selarem um pouco e acrescentem primeiro os dentes de alho inteiros para fritarem juntos da carne. Um pouco depois acrescente tiras de pimentão cortadas rusticamente e deixe fritarem juntas para saborizarem a carne.
Depois tempere enquanto fritam use orégano, pimenta, páprica picante e sal.


Modo de Fazer – A Calabresa

Corte a calabresa em duas partes no sentido da longitude e depois corte em fatias.  Coloque-as na frigideira com um pouco de azeite. Frite os pedaços e acrescente primeiro os dentes de alho inteiros e um pouco depois acrescente as cebolas cortadas rusticamente e deixe fritarem juntas para saborizarem, mas não deixe a cebola muito mole.
Tempere enquanto fritam com orégano, pimenta, páprica picante. Na calabresa você não precisa colocar sal devido ao próprio sal da linguiça.


Modo de Fazer – A Farofa

A farofa vai ser preparada na mesma panela,das carnes, por isso retire as carnes/calabresa da frigideira e sobre aquele óleo que ficou na panela acrescente a farinha de mandioca crua, mexa bem para que ela “limpe” a panela. Verifique se precisa de sal e corrija o sal.


A Montagem do Assentadinho

Coloque no fundo da travessa a farofa e sobre ela assente a proteína. Pronto você tem sua opção de aperitivo simples, com muito sabor e aroma preparando você para acompanhar aquela sua bebida preferida e bom apetite!


Uma Dica Adicional – Assentadinho de Peito de Frango

Caso você queira fazer com peito de frango aconselho você fazer do seguinte modo:
Primeiro frite bem a cebola, deixando-a meio queimadinha para dar cor e sabor ao frango, pode acrescentar os alhos inteiros também. Depois de bem douradinhos o alho e a cebola, acrescente na panela os pedaços de frango cortados em cubos e sem tempero. Misture o frango à cebola e alho e mexa bem, deixe um pouco o frango frigir e depois tempere com um pouco de açafrão, páprica picante, pimenta e sal. 

Deixe-os fritar um pouco e acrescente um pouco de água (1/4 de um copo de água) e deixe a água secar um pouco. Vá mexendo e virando a carne, depois quando começou a secar e ficar grossinho o caldo acrescente mais um pouco de água (1/4 de um copo de água ou menos, você avalia), deixe secar mais um pouco, experimente o frango, vá umedecendo  e deixando absorver a água aos poucos, se precisar de mais um processo de acrescentar um pouca de água repita o processo.  Verifique a maciez, corrija o sal e finalize o frango. Ele deve ficar meio seco, mas com os pedaços bem suculentos, aí é só levar para a travessa e colocar sobre a farofa.  

Quer saber de uma coisa? Juntar a carne de frango com a calabresa dá um Assentadinho Misto de Frango e Calabresa divino!! Saúde e Bom Apetite!!!


Receitas de Petiscos Arrumadinho e Assentadinho




Receitas de Petiscos Arrumadinho e Assentadinho



...

E a Receita do Arrumadinho? Você pensou que eu não ia passar,né?


Bem conversando eu já dei muitas dicas, mas vou Resumir aqui:  

Receita do Arrumadinho

Ingredientes

700g de Carne (pode ser Carne Seca, Carne de Sol, Filé, Peito de Frango, Calabresa);
200g de Feijão Fradinho;
250g de Farinha de Mandioca Crua;
2 tomates médios;
1 cebola média;
Cheiro Verde (pode ser Coentro ou Salsa e, Cebolinha) a gosto;
Orégano, Pimenta, Sal a gosto;
2 colher de sopa de Manteiga de Garrafa (1 colher sopa para usar no Feijão Fradinho e 1 colher de sopa para a Farofa)


Mode de fazer – As Carnes  (já foram explicadas acima)

Prepare a carne e reserve.  Caso você resolva fazer um Arrumadinho Misto você prepara as carnes separadas e depois pode misturá-las para montar a camada da proteína.


Modo de Fazer – O Feijão Fradinho

Cozinhar o Feijão Fradinho por cerca de 5 minutos na panela de pressão, ele deve estar cozido e crocante, não deixe ele muito mole. Não deixe ele na panela de pressão por muito tempo, porque senão ele continua a cozinhar e aí você perde o ponto. Mas por outro lado, se ainda não estiver cozido dê o ponto sem a pressão e vá experimentando os grãos para não passar o ponto. 

Depois de cozido você vai dar uma ligeira frigida no fogo. A intenção é fazer uma ligeira temperada, mas deve manter a característica de uma salada quente, sequinho e crocante. 

Aqueça a manteiga de garrafa (ou se não tiver o azeite), refogue um pouco de cebola picadinha e deixe-a crocante, acrescente o feijão fradinho e tempero com sal e pimenta (reserve).


Modo de Fazer – A Salada de Tomate e Cebola - o Vinagrete

Corte em pequenos cubos a tomate e a cebola. Pique o coentro ou a salsa e a cebolinha bem fininhos. Misture tudo e tempere a gosto com azeite, vinagre, sal, pimenta e orégano.


Modo de Fazer – A Farofa

Aqueça a manteiga de garrafa e coloque a farinha de mandioca crua, mexa bem para absorver e uniformizar a farinha,ajuste o sal.


A Montagem do Arrumadinho

Na travessa faça uma base de farofa e sobre ela coloque a proteína que você preparou, nivele. Caso você for fazer o Misto, coloque todas as carnes que escolheu.
Sobre as carnes coloque o feijão fradinho, nivele. Coloque por último a camada de salada.


...


Esses aperitivos surgiram de uma inspiração, de um prato conhecido, de um sabor experimentado. Na cozinha vamos criando a partir daí: do conhecido, do familiar, de uma experiência vivida, tentando combinar sabores, experimentando, aventurando, ora na zona de conforto, ora para fora dela. Mas o que é mais importante no ato de cozinhar é estabelecer a conexão sua com o alimento, conversar com ele, interagir, se entregar, se divertir e o mais importante ser feliz.

Queridx Amigx espero que tenha gostado da nossa conversa, até a próxima.


...
  Quero Dedicar com Carinho esse Artigo às Minhas Companheiras de muitas Sextas-Feiras Soteropolitanas (Valdelice, Aldalice, Mere, Lurdes, Lívia, Serginho) Delícia de gente boa  :)





NOVIDADES NO BLOG


Estou lançando o Ebook Receitas de Família para Encontros Especiais com as receitas da D. Carmen (minha mãe) com pratos maravilhosos para uma recepção familiar ou de amigos.
 
São 8 Capítulos que chamo de Cadernos (remetendo ao hábito de minha mãe colecionar suas receitas em cadernos): 4 Cadernos para os Pratos de Carnes (vermelha, branca e peixe); 1 Caderno para as Massas1 Caderno para os Acompanhamentos com receitas maravilhosas de legumes; 1 Caderno para as Comidinhas, aperitivos, lanches e salgadinhos que não podem faltar nos encontros agradáveis e 1 Caderno para Doces e Sobremesas.


Quer conferir esta Maravilha de dar água na boca? CLIQUE AQUI!!!!




disponível na

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Aproveitando as Sobras um Baião de Dois Improvisado

Hoje eu olhei para a minha geladeira e me perguntei o que vou fazer de almoço, com algumas coisas na geladeira resolvi fazer uma brincadeira. Vou revisitar um baião de dois improvisando com o que tenho. 

Vamos lá o que eu preciso para esta receita, fiz o check-list:

- Carne seca – não tenho, mas tenho uns bifes de alcatra temperados, vou usar!
- Linguiça calabresa  - tenho!
- Arroz – tenho um arroz pronto na geladeira pedindo para ser reinventado!
- Feijão Fradinho – tenho na dispensa!
-Queijo de coalho – não tenho, mas tenho um pedação de parmesão que vai bem também, oras!
-Manteiga de garrafa – ô pobre de mim tem não! Mas nunca falta azeite nesta casa!
-tomate, pimentão, cebola, alho – tenho!
-coentro – não tenho, mas tinha uma cebolinha verde, é você mesma minha cara!


Então porque não? Uma preparação rápida. Coloco todos os ingredientes na minha frigideirona de ferro e voilá! Sai um baião de dois improvisado aí gente!!!

Como minha proposta era tudo muito rápido coloquei o feijão fradinho de molho por algumas horas. Depois escorri e já refoguei o feijão, sem o uso do processo de cozimento na panela de pressão.

Já fui refogando o feijão com alho, cebola e coloquei água para cozinhá-lo e controlar o cozimento. Claro que coloquei também minhas folhas de louro, porque eu não deixo uma água fervendo impunemente!!!

Muito bem feijão em andamento, comecei o mise-em-place: cortei a cebola, o pimentão, o tomate sem sementes todos em cubinhos e reservei.

A calabresa usei metade cortei em pequenos pedaços e fui para o fogão aquecer minha panela de ferro.

Coloquei a calabresa com o pimentão picadinho com um pouco de azeite para dar uma fritada nos dois como um tempero, acrescentei um pouco de sal mais para o pimentão, orégano – que super combina com calabresa e a pimenta moída na hora.

Reservei este meu “temperinho” e aproveitei a mesma panela para fritar minha carne que cortei em fatias. Aqui acho que vale o que se tem. A carne pode ser alcatra, contrafilé, patinho, coxão mole, enfim, a que vc tem é só picar e temperar. Eu gosto muito de usar páprica picante, açafrão, colorau, pimenta, orégano e azeite para temperar a carne. O alho eu prefiro amassar direto na panela enquanto frita a carne, assim como acrescentar o sal. Fritei bem e deixei cozinhando naquele azeite. Acrescentei as cebolas cortadas e mais uma refogadinha.

Como eu falei queria um almoço rápido, gostoso, surpreendente, aproveitando minhas sobras e de fácil preparação. Por isso otimizo meu tempo começando pelo feijão que foi o elemento novo que tinha que cozinhar ainda. Mas fiz sem precisar de panela de pressão para depois ter que refogar. Como já contei refoguei e cozinhei tudo junto, fui experimentando o grão, al  dente e cozido por dentro?!Pronto! Vamos juntá-lo aos elementos da panela de ferro!

Acrescentei à carne com cebola que estava fritando na panela de ferro, deixei dar mais uma fritadinha com o feijão, temperei com mais um pouco de pimenta, orégano. Observem que o feijão entra praticamente só os caroços, por isso recomendo que coloquem com uma escumadeira, pode deixar cair um caldinho, mas não é para empapar com o caldo do feijão, combinado! Aí acrescentei a calabresa com pimentão e mexi mais um pouco.

Retirei meu arroz branco comum, do dia anterior da geladeira e fui agregando na panela. Depois de mexido suavemente e misturando todos os elementos do prato, acrescentei os tomates e mais uma mexida, por ultimo a cebolinha verde e umas lascas de parmesão, reguei com azeite.

Gente que delícia achei que estava cometendo uma heresia com um prato tão regional, mas o toque do feijão fradinho, dá bem o tom do prato. Meu marido que é baiano aprovou e olha que foi um juiz e tanto!!!

Eu acho que o segredo deste prato são as proporções vc não deve usar tudo o que preparou de antemão, pois isso pode gerar uma desproporção. Vá conversando com os ingredientes na hora de misturar. Eu por exemplo de cara percebi que seria um exagero um gomo inteiro de linguiça e usei a metade, cozinhei 200g de feijão fradinho, mas não incorporei tudo no prato. Ainda sobrou o arroz cozido, mas se eu entrasse numa de querer usar todo o meu arroz ia perder o ponto do baião. A cozinha é um diálogo com a comida, ou melhor, para fazer um charme com o nome do prato é uma dança com os elementos do prato.

Bem amigxs como minha proposta era um almoço aproveitando as sobras eu não tinha a intenção de fazer muito. Eu achei que ficou tudo muito gostoso e equilibrado. Vou te passar minhas proporções, mas como disse atrás melhor que ela é você observar as quantidades que estão sendo misturadas na panela, ok.




Para esta receita eu usei

- 150g de Feijão Fradinho cozido (eu coloquei para cozinhar umas 200g de feijão cru, mas, depois de cozido devo ter deixado umas 50g de feijão cozido na panela que não entrou no prato,ok! Vamos nos lembrar das proporções, da suculência da mistura, combinado!)
- meia linguiça de calabresa
- 250 gramas de carne (alcatra, coxão mole, contrafilé, patinho, entre outras)
- 3 a 4 escumadeiras de arroz cozido (cuidado para não exagerar heim deixe os elementos do prato em equilíbrio, ou seja, deixa a mistura suculenta)

- 1 cebola média, 1 tomate sem sementes, meio pimentão médio

Espero que tenham gostado e se quiserem me contar das suas aventuras com as sobras na cozinha é só deixar no comentário.
Abraços :)
Sheila




NOVIDADES NO BLOG


Estou lançando o Ebook Receitas de Família para Encontros Especiais com as receitas da D. Carmen (minha mãe) com pratos maravilhosos para uma recepção familiar ou de amigos.
 
São 8 Capítulos que chamo de Cadernos (remetendo ao hábito de minha mãe colecionar suas receitas em cadernos): 4 Cadernos para os Pratos de Carnes (vermelha, branca e peixe); 1 Caderno para as Massas1 Caderno para os Acompanhamentos com receitas maravilhosas de legumes; 1 Caderno para as Comidinhas, aperitivos, lanches e salgadinhos que não podem faltar nos encontros agradáveis e 1 Caderno para Doces e Sobremesas.


Quer conferir esta Maravilha de dar água na boca? CLIQUE AQUI!!!!




disponível na